Jornalismo

jornalismo

É a procura e a divulgação de informações por meio de veículos de comunicação, como jornais, revistas, rádio, TV e internet. O jornalista é o profissional da notícia. Ele investiga e divulga fatos e informações de interesse público, redige e edita reportagens, entrevistas artigos, adaptando o tamanho, a abordagem e a linguagem dos textos ao veículo e ao público a que se destinam. Senso crítico, capacidade de expressão, domínio do português e de técnicas de redação são fundamentais no exercício da profissão. Ele precisa dominar, também, os softwares de edição de textos e de imagens.

Fique de Olho

NOVAS DIRETRIZES PARA O CURSO

As novas diretrizes curriculares para o curso de Jornalismo, aprovadas em setembro de 2013, valem a partir de 2015. A ideia que norteou as mudanças foi aproximar a formação do mercado. Assim, o estágio passa a ser obrigatório e metade das aulas devem ser práticas, por meio de oficinas ou ministradas em laboratório. A hora-aula também aumenta, de 50 para 60 minutos. E o TCC, trabalho de conclusão de curso, que podia ser desenvolvido em grupo, agora é individual.

Palavra do Profissional

Prazer em escrever e apurar:

“Escolhi o curso porque sempre gostei de escrever. Entrei na Universidade Metodista de São Paulo e passei a gostar também de apurar matérias e, assim, decidi seguir em frente. Desde 2010, sou repórter de uma revista infantil. Chego à redação às 10h, checo meus e-mails e começo a trabalhar na matéria que estou escrevendo. Faço entrevistas e pesquiso o assunto em livros e na internet até ter o material completo. Também trabalho em conjunto com a equipe de arte para elaborar o layout das minhas matérias e cuido de algumas seções da revista. No início, ficava preocupada em escrever meus textos seguindo o que aprendi na faculdade. Hoje, isso acontece naturalmente”. Maria carolina cristianini, 28 anos, de são paulo (SP).

Mercado de Trabalho

Apesar do fechamento de postos de trabalho na imprensa tradicional, como jornais e revistas, há oportunidades na área. “É importante que se entenda que não vai mais haver emprego nos moldes que existia. O grande desafio para o egresso do curso é inventar o próprio espaço e, para isso, precisa apostar em seu lado multimídia e empreendedor”, diz Rodolfo Martino, coordenador do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo. Assim, o bacharel agora tem de entender também da linguagem da internet e das redes sociais, como Twitter e Facebook. As oportunidades estão em portais, revistas online, blogs, TVs por assinatura, produtoras de conteúdo audiovisual, assessorias de comunicação, comunicação corporativa e sites de empresas, em geral. É possível, também, prestar serviços a diversas empresas, como freelancer (autônomo). Mesmo com a não obrigatoriedade do diploma, as empresas de comunicação são exigentes na hora de contratar e preferem candidatos com formação superior. São Paulo, por concentrar a maioria das editoras, oferece o maior número de vagas. No rio de Janeiro, o mercado deve ficar aquecido nos próximos anos com a realização das Olimpíadas, em 2016. As regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste apresentam também boas oportunidades. As oportunidades de trabalho em redes sociais permitem atuação em outras regiões.

Salário inicial: R$ 1.940,00 (5 horas diárias em jornais ou revistas da capital); R$ 2.196,00 (assessoria de imprensa na capital); fonte: Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo.

Curso

As disciplinas básicas incluem língua portuguesa, economia e teoria da comunicação. E entre as matérias específicas constam jornalismo interpretativo e informativo, técnicas de redação e edição de texto e novas tecnologias de comunicação. Há aulas práticas de fotojornalismo, jornalismo impresso e online, rádio e Tv.

Atenção: a Uneb-BA oferece um bacharelado com ênfase em multimeios. O curso da Uespi (PI) tem dupla habilitação, em Jornalismo e em relações Públicas.

Duração média: 4 anos.

Outros nomes:
Comun. soc. (jornalismo e multimeios); Comun. soc. (jornalismo e rel. públ.); Comun. soc. (jornalismo).

O que você pode fazer

Comunicação digital multimídia

Criar, montar, implantar e cuidar da manutenção de websites, intranets e extranets. Redigir e editar boletins e revistas eletrônicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *