O que é T.I. Verde?

Você já deve ter ouvido alguma coisa sobre T.I. verde, mais você sabe o que é???

Segundo a  Wikipédia, O TI VERDE (Tecnologia da Informação Verde) nada mais é do que a prática sustentável de produção, gerenciamento e descarte dos equipamentos eletrônicos, bem como economia de energia elétrica.”


Eficiência Energética – Há pouco tempo se procurava os computadores mais potentes. Aliado a isso, atualmente existe a preocupação com o consumo de energia e com os materiais que são utilizados na montagem desses equipamentos. Existe o ranking Top 500 , que lista os computadores mais potentes e em contraponto o Green 500, que lista os que menos consomem energia para seu funcionamento.
Desde dezembro de 2008, já existe o SELO VERDE, iniciativa da USP que consiste no reconhecimento concedido às empresas da área de tecnologia cujos produtos sejam ambientalmente sustentáveis.

O SELO VERDE, segue a diretriz européia RoHS (sigla em inglês para Restriction of Certain Hazardous Substances), que prevê a não-utilização de insumos tóxicos ao meio-ambiente na fabricação de equipamentos. O não uso de metais pesados, como cádmio e chumbo, na fabricação de equipamentos eletrônicos, reduz a contaminação do meio-ambiente e apresenta maior eficiência energética. A ITAUTEC foi a primeira empresa a receber o SELO VERDE, em virtude da venda de 2000 itens à USP.

A Microsoft lançou no ano de 2009, uma versão beta do aplicativo online Microsoft Hohn, que contabiliza o consumo de energia de computadores.
Eficiência de Processamento – Já a eficiência de processamento tem sido conseguida com a utilização da virtualização, que nada mais é do que fazer uma máquina virar duas usando os mesmos componentes, instalando um software específico, conseguindo melhor aproveitamento do processador.

Uma outra medida para melhorar a utilização de equipamentos é planejar o uso do processador. Existem funcionalidades que demandam um maior processamento de dados, como a consolidação da folha de pagamento de uma empresa, que pode ser escalonado para acontecer num horário onde o processamento seja menor.

Reaproveitamento – A reciclagem de material eletrônico vai além da preocupação do que fazer com o lixo. Pode-se realizar o remanejamento de equipamentos ao realizar uma nova compra. Os computadores novos podem ser disponibilizados para as tarefas que necessitam de mais potência. E os equipamentos substituídos devem ser remanejados para outros postos.
O material eletrônico, já em estado de sucata, deve ser descartado para empresas especializadas em reciclagem de lixo eletrônico, que separam os materiais e dão caminhos diferentes para cada um deles. Uma vez que possuem em sua composição materiais nocivos, como cádmio e mercúrio. Os fios de cobre, por exemplo, são vendidos para serem reaproveitados.

A nós consumidores resta saber se o que estamos comprando já possui o SELO VERDE, se cada um fizer a sua parte, viveremos num mundo melhor, e é claro, o planeta agradece.

fonte: kultura-digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *